Publicado por: Amália Sousa | Agosto 21, 2008

Saponificação

A manufactura do sabão constitui uma das sínteses químicas mais antigas que se conhece.
Ao ferverem o sebo de cabra com a lexívia potássica feita com as cinzas da madeira, as tribos germânicas, contemporâneas de César, realizavam a mesma reacção química que é levada a efeito, em enorme escala, pela moderna indústria do sabão.
A equação abaixo representa, genericamente, a hidrólise alcalina de um glicerídeo (óleo ou gordura).
A hidrólise alcalina de glicerídeos denomina-se, genéricamente, por reacção de saponificação  porque esta reacção dá origem aos sais dos ácidos carboxílcos (sabão) e ao glicerol.
                    

O composto 1 é um glicerídeo (óleo ou gordura).

O composto 2 é uma base, no caso apresentado, trata-se do hidróxido de potássio.

O composto 3 é um trialcool, glicerina ou glicerol.

Quanto aos  compostos 4, trata-se de uma mistura de sais de potássio de cadeia longa (sabão).

O sabão pode variar segundo a composição e segundo o método de fabricação.

 


Responses

  1. […] O que ainda não se sabia era que se tratava de uma reacção química de saponificação.  […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: