Publicado por: Amália Sousa | Setembro 14, 2008

A beleza e a higiene na Grécia

A percepção intelectual da beleza pela humanidade nasceu na Grécia.

Na Grécia Antiga, Platão foi o primeiro a formular claramente a pergunta “O que é o Belo?”.

Para ele a beleza existe separada do mundo sensível, sendo que uma coisa é mais ou menos bela conforme a sua participação na ideia suprema de beleza.

Também Sócrates se debruçava sobre o tema da beleza considerando que o Belo era uma concordância observada pelos olhos e ouvidos.

A beleza e o asseio eram para os gregos antigos dois requisitos importantes.

Tanto em esculturas como em vasos podemos admirar homens e mulheres vestindo elegantes túnicas de pregas suaves e em poses graciosas.

Os jovens cuidavam do corpo mantendo-o apto e forte a fim de se tornarem bons soldados e atletas.

A nudez era considerada normal pelos jovens mancebos que, nos jogos olímpicos, competiam sempre nus.

Após as competições os homens e os rapazes esfregavam-se com azeite para manter a pele flexível.

As mulheres usavam óleos perfumados e evitavam o mais possível expor-se ao Sol, visto o bronzeado não ser considerado belo.

A mulher na Antiga Grécia dedicava muita atenção ao cuidado com o corpo.

Nos ginásios e banhos públicos, as jovens da alta sociedade ateniense exercitavam-se para não perderem a linha harmoniosa e esbelta que ainda hoje admiramos nas estátuas.

A mulher helénica tirava a sua túnica e, nua, efectuava exercícios físicos para adelgaçar a cintura e as ancas.

De seguida tomava um banho muito frio para manter a pele fresca.

As jovens gregas tinham ainda o cuidado de evitar o desenvolvimento do peito, aplicando para tal pomadas adstringentes; nenhuma dama de Ática que quisesse distinguir-se pela sua beleza podia ter um busto desenvolvido.

Aparentemente os primeiros gregos não usavam sabão,  limpavam os seus corpos com blocos de barro, areia, pedra pomes e cinzas e, em seguida, ungiam o seu corpo com óleo  e raspavam seguidamente com um intrumento de metal conhecido como strigil.

As roupas eram lavadas nos rios, sem o uso de sabão.


Responses

  1. Achei muito interessante este artigo, gostei bastante, it”good!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: