Publicado por: Amália Sousa | Setembro 20, 2008

Os Celtas e o sabão

O sabão não é um produto encontrado na Natureza, mas o seu processo de fabrico é tão simples que,  tal como o pão, o vinho, o queijo, o vidro, a cerâmica e outros produtos cujo aparecimento se perde no tempo,  deve ter a sua origem em fenómenos puramente acidentais.

Tudo o que se fazia no passado para produzir sabão, era misturar dois ingredientes: cinza vegetal, rica em carbonato de potássio, e gordura animal, esperava-se então um longo período de tempo até que eles reagissem entre si.

O que ainda não se sabia era que se tratava de uma reacção química de saponificação

Alguns pensadores  argumentam que a fabricação de sabão foi uma criação celta  que foi levada até Roma pelas legiões que conquistaram o norte da África.

Celta é a designação dada a um conjunto de povos, organizados em múltiplas tribos, pertencentes à família linguística indo-europeia, que se espalhou pela maior parte do noroeste da Europa a partir do segundo milénio a.C..

Era um povo formado por indivíduos fortes e altos que se dedicava à arte da guerra e desenvolveu  a vertente artística, principalmente o artesanato.

Conhecia técnicas agrícolas evoluidas para a época, como  por exemplo, o arado com rodas e fabricava jóias, armaduras, espadas e outros tipos de armas, utilizando metais.

Os Celtas invadiram a Península Ibérica por volta do ano 600 a.C., onde se misturaram com os povos que aí habitavam, dando origem aos Celtiberos.

Nos seus escritos, os Romanos tentaram transmitir a ideia que, tudo o que não era Romano era Bárbaro, no entanto, alguns historiadores defendem que os Celtas usaram o sabão muito antes dos Romanos.

A cultura Celta era muito rica, e consta que o quotidiano  era repleto de uma magia natural,  que acontecia através da forma como  o mundo era observado.

A mulher era vista de uma forma muito especial.

No casal, prevalecia a igualdade, no casamento  previlegiava-se o amor.

Um conhecido privilégio da mulher Celta era o de poder anular o casamento, se o seu marido não a  satisfizesse sexualmente.

Veja o vídeo:

jamais_perca_a_dignidade

   Cruz Celta                                                              Citânia de Briteiros (Guimarães, Portugal) 


Responses

  1. olá tudo bem, não sou químico um curioso.
    legal seus conhecimentos sobre o sabão.
    gostei, mais meu interesse não e o sabão e sim a agua, só encanador e estou tentando descobrir como faço para separar a agua do sabão, e gostaria de saber de você se e possível isso você pode me ajudar.
    desde já te agradeço um abraço


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: